Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pgsskroton.com//handle/123456789/24782
Título: SÍFILIS NA GESTAÇÃO: DIFICULDADES E BENEFÍCIOS DO DIAGNÓSTICO PRECOCE DURANTE O PRÉ-NATAL
Autor(es): RODRIGUES, ANDREZA DA ROSA SIQUEIRA
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Palavras-chave: Sífilis;Sífilis Congênita
Data do documento: 2018
Resumo: A sífilis na gestação trata-se de uma doença responsável por altos índices de morbimortalidade intrauterina, que apesar de possuir diagnóstico e tratamento facilitado e de baixo custo ainda mostra-se como um grave problema de saúde pública. O presente estudo objetivou compreender a significativa importância da prestação do pré-natal de qualidade pelo enfermeiro na atenção básica para fins de diagnosticar a sífilis na gestação e prevenir à sífilis congênita. Este é um estudo bibliográfico, documental, do tipo qualitativo e descritivo. Foram utilizadas as palavras-chave “Sífilis”, “Sífilis Congênita”, “Cuidado Pré-Natal” e “Educação Continuada”. O material bibliográfico foi obtido nas bases de dados da BVS (Biblioteca Virtual em Saúde): SciELO (Scientific Electronic Libray Online), LILACS (Literatura Latino Americana e do Caribe em Ciências da Saúde), Revista Oficial do Conselho Federal de Enfermagem (Enfermagem em Foco); além do Ministério da Saúde; apresentando um recorte temporal dos artigos nos últimos dez anos (2007 a 2017). Foram eleitos 15 artigos para abranger os objetivos propostos neste estudo, sendo 8 encontrados na base de dados da SciELO, 2 encontrados na base de dados da LILACS, 1 encontrado na Revista Oficial do Conselho Federal de Enfermagem (Enfermagem em Foco); e 3 manuais do Ministério da Saúde. Tendo visto que um pré-natal de qualidade é fator determinante para manter uma boa saúde maternoinfantil foram verificadas barreiras importantes que dificultam a promoção de uma assistência integral a gestante e seu concepto. Foram encontradas barreiras estruturais na Unidade Básica de Saúde para realização do tratamento, dificuldades na abordagem das IST, questões pertinentes aos usuários, contexto organizacional, além de diversas barreiras pertinentes a ciência e domínio dos protocolos assistências. A partir da identificação das barreiras frequentemente encontradas na adoção eficaz dos protocolos assistenciais torna-se possível a elaboração de táticas efetivas de intervenção. Tornar o conteúdo dos protocolos assistenciais acessíveis através de treinamentos e manuais técnicos não demostram uma grande eficácia na prática, sendo assim, é essencial que outras abordagens de educação continuada sejam realizadas com o intuito de melhorar a conduta assistencial dos profissionais.
URI: https://repositorio.pgsskroton.com//handle/123456789/24782
Aparece nas coleções:Trabalhos de Conclusão de Curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ANDREZA_ROSA_DEFESA.pdf
  Restricted Access
247.36 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir    Solictar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.