Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pgsskroton.com//handle/123456789/24922
Título: ATERRAMENTO EM SUBESTAÇÕES DE ENERGIA ELÉTRICA SIMPLIFICADAS
Autor(es): LOUREIRO, CARLOS EDUARDO RIBEIRO
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Palavras-chave: Energia;Fontes Alternativas
Data do documento: 2019
Resumo: Observa-se que a condição adversa é quando um circuito ativo toca o corpo do equipamento elétrico. Uma falha de aterramento no equipamento faz com que o potencial do gabinete metálico suba acima do potencial de aterramento "verdadeiro". Sendo assim, o presente estudo teve por objetivo apresentar quais são os critérios de aterramento em subestações simplificadas de energia elétrica. A importância do tema se dá pela oportunidade de evidenciar que os sistemas de aterramento vieram a ser desenvolvidos para proteger indivíduos, animais e materiais contra admissíveis falhas de um determinado sistema. Sobre a metodologia de pesquisa, trata-se de uma revisão literária. A pesquisa tem um aspecto exploratório-explicativo, com características de pesquisa qualitativa. Constatou-se que a Nova Norma Brasileira Regulamentadora - NBR 15751/2009 exibe as recomendações práticas que necessitam ser levadas em consideração em meio ao projeto da malha de aterramento de uma subestação. Além do mais, observou-se que cuidados especiais precisam ser tidos para o aterramento de estruturas metálicas extensas em todo o perímetro de uma subestação (como tubulações, cercas, linhas de comunicação etc.), visto que as próprias podem transmitir potencialidades de toque perigosos para fora da subestação.
URI: https://repositorio.pgsskroton.com//handle/123456789/24922
Aparece nas coleções:Trabalhos de Conclusão de Curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CARLOS_EDUARDO_DEFESA.pdf
  Restricted Access
292.56 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir    Solictar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.