Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.pgsskroton.com//handle/123456789/24945
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorCALLEIA, THAYNÁ PRAXEDES-
dc.date.accessioned2020-03-10T20:12:30Z-
dc.date.available2020-03-10T20:12:30Z-
dc.date.issued2019-
dc.identifier.urihttps://repositorio.pgsskroton.com//handle/123456789/24945-
dc.description.abstractNo Brasil, país de grande extensão territorial e que sofreu várias influências oriundas dos imigrantes que aqui viveram e chegam até hoje, é incoerente o exercício do complexo de inferioridade sentido por alguns que julgam não saberem fazer um correto uso da língua, assim como o preconceito que muitos têm para com as variantes regionais. O tema abordado é sobre a variação linguística presente na nossa Língua Portuguesa, e existem distintos tipos de variantes, que ocorrem com o decorrer da linguagem, etapas e faixa etárias. Alguns fatores que influenciam seriam: fatores culturais, sociais ou históricos, são eles que constituem as variações linguísticas. Nesse contexto, iremos ressaltar como objetivo os elementos argumentativos que influenciam na fala, constituindo então essas variedades no texto. Usar diferentes formas da língua não pode gerar desrespeito. No entanto, muitas vezes, durante o ensino da língua materna, essas diferenças são desprezadas e consideradas um desvio da norma padrão. O objetivo desse trabalho foi esclarecer as diversas variedades linguísticas presente no Brasil e com isso esclarecer a existência errônea do preconceito linguístico. Teve também como o esclarecimento o preconceito linguístico, que é uma temática de grande relevância para ser abordado pelos professores com seus alunos para que eles compreendam e valorizem as variações linguísticas como parte de nossa cultura, enfatizando as ideias de Marcos Bagno para cessar com esse preconceito na sociedade. Foram realizadas pesquisas a partir de livros e também na internet. Esse estudo das variações linguísticas na sociedade brasileira teve como uma metodologia qualitativa e descritiva. Os objetivos propostos foram esclarecidos de forma clara e objetiva. Devemos ter a compreensão de que não podemos dizer que um falante da Língua Portuguesa fale de forma errada, existe apenas aquele que não domina a norma culta da língua. Teve como principais autores: Marcos Bagno e Ferdinand Saussure.pt_BR
dc.subjectLinguagempt_BR
dc.subjectVariação Linguísticapt_BR
dc.titleVARIAÇÃO LINGUÍSTICA, INÍCIO DA EVOLUÇÃO DA LÍNGUA PORTUGUESA NO BRASILpt_BR
dc.typeTrabalho de Conclusão de Cursopt_BR
dc.courseLetras-
Appears in Collections:Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
THAYNA_PRAXEDES_DEFESA.pdf
  Restricted Access
240.75 kBAdobe PDFView/Open Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.