Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.pgsskroton.com//handle/123456789/29572
Title: AVALIAÇÃO IN VIVO DA ALTERAÇÃO DE COR PARA EVIDENCIAR A PRESENÇA DE MANCHA BRANCA EM ESMALTE APÓS TRATAMENTO ORTODÔNTICO UTILIZANDO DIFERENTES MATERIAIS CIMENTANTES: UM ESTUDO CLÍNICO RANDOMIZADO
Authors: SANTOS, LUCINEIDE LIMA DOS
Type: Tese
Keywords: Braquetes ortodônticos;esmalte dentário
Issue Date: 2020
Abstract: Avaliar a alteração de cor da superfície do esmalte dentário, por meio de mensuração com espectrofotômetro e fotografia, antes da colagem e após descolagem dos braquetes utilizando diferentes materiais cimentantes. Material e Métodos: A amostra foi composta por 14 indivíduos, 6 do sexo feminino e 8 do sexo masculino com idade entre 12-17 anos, com necessidade de tratamento ortodôntico de acordo com os seguintes critérios de inclusão: pacientes que possuírem alto risco de cárie, avaliados pelo índice de placa visível, com os incisivos centrais superiores livres de cárie, defeitos de esmalte, restaurações e história de trauma. Foram excluídos do estudo pacientes que possuíam os incisivos centrais superiores com fraturas, com restaurações em resina composta, com trincas ou hipoplásia de esmalte e que já tenham utilizado aparelho ortodôntico. Após a profilaxia, foi realizada mensuração da cor na face vestibular dos incisivos (11 e 21) com a utilização do espectrofotômetro. Foram colados braquetes metálicos na superfície dos incisivos centrais superiores de acordo com o material cimentante: grupo CIVMR: ionômero de vidro modificado por resina (Vitremer) e grupo R: resina (Transbond XT). Após 12 meses do tratamento ortodôntico e remoção dos braquetes, foram realizados acabamento e polimento dos remanescentes adesivos da superfície vestibular dos incisivos centrais superiores com discos de óxido de alumínio em ordem decrescente de abrasividade. Antes do polimento foi realizada a avaliação do Índice Remanescente Adesivo (IRA). Novamente foi realizada a mensuração da cor da superfície vestibular dos elementos dentais 11 e 21 e a magnitude da mudança de cor foi avaliada pelo ΔE. Foram realizadas também fotografias intra-orais iniciais e no dia da mensurarão de cor final. Resultados: A magnitude da mudança de cor avaliada pelo ΔE mostrou diferença estatisticamente significante (p=0.0114) entre os grupos com valores superiores para o grupo cimentado com resina. Em relação a luminosidade avaliada pelo parâmetro L*, existiu diferença estatísticamente significante no momento final entre os grupos. A análise do IRA mostrou que a pontuação 2 e 3 e a pontuação 0 e 1 foram predominantes para os grupos CIVMR e R, respetivamente. Em relação a análise através das fotografias não foi possível detectar alteração na coloração compatível com mancha branca. Conclusão: Após o término do tratamento ortodôntico, alterações de cor entre os grupos foram observadas pelo ΔE e no momento final pelo L*, com menor alteração de cor para o grupo cimentado com CIVMR; as fotografias não conseguiram detectar a variação de cor.
URI: https://repositorio.pgsskroton.com//handle/123456789/29572
Appears in Collections:Teses e Dissertações do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese Lucineide.pdf2.02 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.