Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pgsskroton.com//handle/123456789/24644
Título: INFLUÊNCIA DE UM PROGRAMA DE CONSCIÊNCIA CORPORAL EM ESTUDANTES DO ENSINO MÉDIO
Autor(es): RIBEIRO, ANDERSON AUGUSTO
Tipo: Dissertação
Palavras-chave: Mindfullness;Educação Física Escolar
Data do documento: 2019
Resumo: Esta pesquisa discute circuitos associativos cognitivo-motores que convergem para experiências e aprendizagem em grupo, a partir da prática de atividades somáticas, consideradas meditações ativas; e embasa-se em conceitos da neurociência, corporeidade, no paradigma Embodied Cognition. Teve como objetivo investigar a influência de um programa de consciência corporal desenvolvido em ambiente escolar. Caracterizada como pesquisa- ação, de abordagem qualitativo-quantitativa, o estudo se desenvolveu durante 12 semanas em 2019, no Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), Campus Cuiabá - Bela Vista, com amostra de 28 discentes do ensino médio integrado, cuja média etária era de 17 anos. A investigação teve momentos pré e pós-intervenções, mensurando-os com questionários e protocolos da área de Educação Física e Psicologia. O programa constou de Yoga, Mindfulness e Danças Circulares Sagradas, uma vez por semana, com quatro semanas para cada prática; exceto o Mindfullness, num total de oito semana, por meio de práticas domiciliares monitoradas por um recordatório. Para as análises foi usado o software “R i386”, versão 3.0.2, que subsidiou as descrições quanti e qualitativas em índices absolutos, percentuais, correlações e descrições analíticas. Os resultados da diagnose prévia revelaram que: 40% assumiam comportamentos sedentários; 53% sentiam ansiedade; 30% sentem-se deprimidos; 40% consumiam bebidas alcoólicas; 89% estavam insatisfeitos com a sua imagem corporal; 43% sofrem assédios/bullying na escola; 39% participam dos projetos extracurriculares. Na análise pós- vivências houve alterações quanti e qualitativas, evidenciando mudança positiva de comportamento: para 57% houve melhoria na qualidade de sono; 82% sentiram-se menos reativos, mais calmos, conscientes, e preparados para o enfrentamento ao bullying; 42% gostaram mais do Yoga; e 53% pretendem manter pelo menos uma das práticas. Considera-se que os adolescentes se encontravam vulneráveis frente aos diversos estímulos negativos do cotidiano. Com este modelo de práxis integrativa interposta, pode-se concluir que uma vivência integradora corpo/mente/cognição, oportuniza ferramentas de enfrentamento das situações contemporâneas de estresse, o que favorece o aprendizado acadêmico, ampliando a consciência corporal e a aquisição de hábitos saudáveis para a manutenção da saúde a médio e longo prazos.
URI: https://repositorio.pgsskroton.com//handle/123456789/24644
Aparece nas coleções:Dissertações do Mestrado em Ensino

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ANDERSON AUGUSTO RIBEIRO.pdf4.46 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.