Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pgsskroton.com//handle/123456789/28959
Título: CORRELAÇÃO DO ESCORE DA CONDIÇÃO CORPORAL SOBRE OS PADRÕES DE VACAS ZEBUINAS SUBMETIDAS À INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL EM TEMPO FIXO
Autor(es): RODRIGUES, ROMÃO DUTRA
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Palavras-chave: Zebuínas
Data do documento: 2019
Resumo: O presente estudo analisa a relação das taxas de prenhes (TP) de diferentes categorias e escores de condição corporal (ECC) em vacas Bos indicus submetidas à inseminação artificial em tempo fixo (IATF) ou na monta natural, sendo representado na forma de porcentagem. Sendo que a reprodução no país é influenciada por vários motivos como raça dos animais, idade inicial da reprodução, escore de condição corporal (ECC) e nutrição. O ECC é uma estima do estado nutricional por meio de avaliação visual e/ou tátil e de representação fundamental na importância no manejo dessas fêmeas, pelo motivo de que reflete o balanço energético corporal do animal. Na avaliação da fertilidade dos animais com ECC entre 2 e 2,5 apresentaram menor taxa de prenhes comparado em que vacas com de escore 3, sendo que as fêmeas devem parir em bom estado de condição corporal para que volte a ciclar logo após a parição. Conclui-se que o baixo índice de ECC é capaz de afetar os parâmetros reprodutivos das vacas zebuínas, comprometendo a eficiência reprodutiva desses animais no final da estação de monta e de seus futuros bezerros, necessitando trabalhar com animais com seu escore corporal ideal. Palavras-
URI: https://repositorio.pgsskroton.com//handle/123456789/28959
Aparece nas coleções:Trabalhos de Conclusão do Curso de Fonoaudiologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ROMÃO_DUTRA_RODRIGUES_ATIVIDADE4.pdf
  Restricted Access
579.54 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir    Solictar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.