Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.pgsskroton.com//handle/123456789/31434
Title: AVALIAÇÃO DA EFICIÊNCIA DO FUNDO CONSTITUCIONAL DE DESENVOLVIMENTO DO CENTRO-OESTE (FCO) VERSUS A GERAÇÃO DE EMPREGO E RENDA NOS MUNICÍPIOS DE MATO GROSSO DO SUL
Authors: DE OLIVEIRA, LEANDRO LIMA
Type: Dissertação
Keywords: Eficiência;Crédito Rural
Issue Date: 2019
Abstract: O setor agropecuário é de grande relevância para economia brasileira, notadamente quanto a geração de divisas mediante exportações. Em Mato Grosso do Sul (MS) sua importância é destacada na composição do Produto Interno Bruto (PIB) e quanto a geração de emprego. Entretanto, municípios sul-mato-grossenses ainda carecem de melhorar seus índices de desenvolvimento e o setor agropecuário é fundamental para esta evolução. Criado com esse objetivo, o Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO) é uma importante ferramenta para o desenvolvimento agropecuário e social. Mensurar quais resultados são obtidos com a aplicação dos recursos do fundo é imperativo. Este trabalho teve como objetivo medir e analisar os níveis de eficiência do FCO quanto a geração de emprego e renda, por município do estado de MS. Foi utilizada a técnica de Análise Envoltória de Dados (DEA) modelo BCC orientada a output. O período analisado foram os anos de 2015, 2016 e 2017. Os inputs utilizados foram volumes contratados pelo do FCO, por município, obtidos por meio de relatórios disponibilizados pelo Banco do Brasil S.A. Já os outputs foram as variações de emprego e renda, por município, obtidos por meio do Relatório Anual de Informações Sociais (RAIS). Logo, as Unidades Tomadoras de Decisão (DMUs) foram todos os municípios do estado. A pesquisa desenvolvida segue a linha de Gestão da Produção Agropecuária e Agroindustrial. Os resultados da pesquisa demonstram que nenhum município atingiu os dois maiores grupos de eficiência, Eficiente e Alta Eficiência. 76 municípios foram classificados como de Média Eficiência. Apenas 01 município foi enquadrado como de Baixa Eficiência. O município de maior índice de eficiência no período foi Itaporã, com índice de 0,83786. Tais resultados demonstram que nenhum município foi capaz de manter altos níveis de eficiência quanto a utilização dos recursos do FCO para a geração de emprego e renda no período pesquisado.
URI: https://repositorio.pgsskroton.com//handle/123456789/31434
Appears in Collections:Dissertações do Mestrado em Produção e Gestão Agroindustrial

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LEANDRO LIMA DE OLIVEIRA.pdf662.8 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.