Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.pgsskroton.com//handle/123456789/31814
Title: REFLEXÕES DE UMA EXPERIÊNCIA COM USO DA FERRAMENTA CLASSROOM PARA ATENDIMENTO DOS ALUNOS NA SALA DE RECURSOS MULTIFUNCIONAIS NO PERÍODO DE ISOLAMENTO SOCIAL OCASIONADO PELA PANDEMIA COVID-19
Authors: STEIN, DANIELA VON
Type: Dissertação
Keywords: Ensino remoto;Tecnologias Digitais
Issue Date: 2021
Abstract: O presente trabalho caracteriza-se como pesquisa qualitativa, um estudo de caso, apresentado ao Programa de Mestrado em Metodologias para o ensino de Linguagens e suas Tecnologias – Pitágoras Unopar. O estudo partiu de uma situação em que o sistema educacional precisou se adaptar em razão do isolamento social e do distanciamento, impostos pela pandemia da Covid-19. Assim, instituições de ensino de todos os níveis precisaram se adequar às aulas remotas, inclusive os atendimentos especializados aos alunos com necessidades educacionais especiais. Diante desta situação, surgiram os seguintes questionamentos: Como os alunos realizaram as atividades sem o apoio presencial do professor? Os alunos tinham hábitos que envolviam o uso de tecnologias digitais em ambientes virtuais de aprendizagem? Quais as percepções dos alunos, de seus responsáveis e do professor da Sala de Recursos Multifuncionais (SRM), sobre a realização das atividades remotas deste período? O objetivo geral desta pesquisa foi analisar as percepções dos docentes, dos alunos da SRM e de seus pais (responsáveis) em relação à experiência de realizar atividades online durante o período de distanciamento do espaço físico da escola, professor e colegas. Os participantes foram: 1 professora (pesquisadora deste estudo), seus 8 alunos da SRM e respectivos responsáveis. Para coleta de dados utilizou-se: ficha de interesse social dos alunos; questionário on-line estruturado, aos pais e alunos com perguntas abertas e fechadas; relato de experiência da professora. Para análise qualitativa dos dados foram elaborados três eixos, sendo eles: a) Conhecendo os hábitos digitais dos alunos da SRM por meio da ficha de interesse social; b) Relato do atendimento remoto e o uso de outras tecnologias para auxiliar na realização das atividades com os alunos; c) O que pensam pais e alunos sobre as atividades remotas realizadas no período de isolamento social. Como resultado, destaca-se que: a) anterior ao atendimento remoto os alunos tinham o hábito de acesso à internet para lazer, mas não para aquisição de conhecimento; b) sobre o atendimento remoto, a docente considera que a ferramenta utilizada era uma novidade para todos, e, muitas vezes, a dificuldade dos alunos não estava no entendimento do conteúdo, e sim nas questões relacionadas ao manuseio das ferramentas. Em sua perspectiva, o apoio da família foi fundamental para a organização da rotina de estudos, que deixou de ser presencial; c) alguns alunos gostaram do sistema on-line, mas preferem o retorno presencial, mesmo apontando que acham interessante a manutenção de alguns aspectos, como o uso dos jogos, de materiais interativos e outros. Os pais apresentam dificuldades de lidar com a questão técnica; porém, por meio do contato constante com a professora, conseguiram suporte aos filhos. Foi possível concluir que o atendimento remoto apresentou desafios tanto para a docente, quanto para alunos e responsáveis. Esta experiência de atendimento remoto ocorreu de modo inesperado; porém, promoveu reflexões sobre a prática educativa, processos formativos, bem como sobre o uso de tecnologias digitais como inclusão social dos alunos com Necessidades Educacionais Especiais (NEE).
URI: https://repositorio.pgsskroton.com//handle/123456789/31814
Appears in Collections: Teses e Dissertações do Mestrado em Metodologias para o Ensino de Linguagens e suas Tecnologias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Daniela Von Stein.pdf1.1 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.