Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.pgsskroton.com//handle/123456789/33031
Title: ASSOCIAÇÃO DOS ACHADOS AUDIOMÉTRICOS E INTERFERON GAMA (INF-y) COM AUTOAVALIAÇÃO DO QUESTIONÁRIO HANDICAP INVENTORY FOR THE ELDERLY SCREENING VERSION (HHIE-S)
Authors: CORDEIRO, FERNANDA PRATES CORDEIRO
POLI FREDERICO, REGINA CELIA
Type: Publicação em Anais
Keywords: Envelhecimento;Perda auditiva;Questionário HHIE-S;Biomarcadores Plasmáticos
Issue Date: 2020
Abstract: Introdução: As citocinas inflamatórias são pequenas proteínas secretadas pelas células e exercem efeitos específicos sobre elas e são consideradas biomarcadores potenciais em muitos processos celulares. Com o envelhecimento as citocinas pró-inflamatórias como as interleucinas 2 e 6 (IL-2 e IL-6), o fator de necrose tumoral alfa (TNF-α) e interferon gama (INF-y) podem ter elevação nos níveis plasmáticos e as anti-inflamatórias como interleucinas 4 e 10 (IL-4 e IL-10), podem ter redução. A perda auditiva relacionada à idade pode ser mediada pelos efeitos de processos inflamatórios no sistema auditivo, particularmente na cóclea, esses mecanismos biológicos subjacentes ao envelhecimento serão abordados neste estudo. O objetivo do estudo foi verificar a associação do handicap auditivo encontrado no questionário Handicap Inventory for the Elderly - Screening Version (HHIE-S) com os achados audiométricos em idosos e os níveis plasmáticos dos biomarcadores inflamatórios. Métodos: Estudo transversal com 76 participantes do Projeto Envelhecimento Ativo, 67 (88%) do gênero feminino e 9 (12%) do gênero masculino, com média de idade de 71 anos. Realizado avaliação audiológica com audiometria tonal limiar, autoavaliação com questionário Hearing Handicap Inventory for the Elderly Screening Version (HHIE-S), amostras do sangue periférico foram coletadas para a dosagem dos níveis plasmáticos das interleucinas 2, 4, 6 e 10, fator de necrose tumoral-α e interferon-γ por meio da citometria de fluxo com valor de significância de p<0,05. Resultados: Observou-se correlação fraca entre o aumento nos níveis plasmáticos de interferon gama e handicap auditivo normal (p=0,015; rs= - 0,280), bem como, os participantes sem queixa de hipoacusia na anamnese, apresentaram também menor handicap auditivo (p=0,026; rs= 0,281). Correlação fraca entre o grupo handicap auditivo leve/moderado e as variáveis de audição (p=0,007; rs=0,301), e grau normal de audição (p=0,003; rs=0,309). Conclusão: O questionário HHIE-S demonstrou ser um instrumento eficiente na triagem auditiva para avaliar idosos, pois é uma ferramenta de baixo custo, simples, rápida, de fácil compreensão e requer pouco tempo para sua aplicação, principalmente, quando comparado a outras avaliações como audiometria tonal limiar e os níveis plasmáticos dos biomarcadores inflamatórios.
URI: https://repositorio.pgsskroton.com//handle/123456789/33031
Appears in Collections:11º Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica / 2º Seminário de Pesquisa e Pós-Graduação Stricto Sensu



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.